CIÚMES, ATÉ ONDE ISSO É NORMAL?

By Aline Silveira - 01:52:00

Nunca me considerei ciumenta, acho que eu me encontro no nível normal da coisa, claro não tenho sangue de barata, não conseguiria ver as razões explicitas e meu organismo não reagir. Mas não gosto e não fico nutrindo paranoias, supondo tudo que o outro está fazendo quando não faço ideia dos fatos.

Com as novas tecnologias a coisa parece que ficou pior, porque vigiar as pessoas passou a ser ser em tempo real. É ver última visualização do Whatsapp, se está online e não está puxando assunto e recentemente descobri a tática de ver se o ícone das chamadas do Facebook está ativo, pois isso quer dizer que a pessoa está com internet, logo quem depende do wi fi de casa, se não estiver ativo é porque está saracoteando na rua. 

Gente, isso não faz bem! Claro que essas táticas podem servir em momentos de emergências para outras situações. Também não tiro a razão de algumas pessoas investigarem traições quando realmente tem motivos pra isso, mas ficar procurando sarna pra se coçar, realmente é falta de sanidade. 

Eu chego a achar engraçado e triste ao mesmo tempo aquelas pessoas que, se o cara não entrou, ta ocupado com outra; se entrou e não visualizou, ta com a outra; se visualizou e não respondeu, claro! Ta com a outra ... Se respondeu, está inventando desculpa pra ficar com a outra ... kkk 

Se a pessoa está com você é porque ela quer estar (na maioria dos casos ao menos), ficar vigiando e controlando fará de você uma pessoa chata e assim estará dando motivos pra a outra parte procurar alguém menos sufocante. E se você não faz isso pelo outro, faça principalmente para seu próprio bem estar. O tempo que passar procurando e não encontrando ou não encontrando nada relevante, está te preocupando e te criando rugas! Eis aqui um ótimo motivo para segurar a periquita! Da dor de estômago, de cabeça e na maioria das vezes não era nada além da sua imaginação. 

Fuja de ficar criando minhocas na sua mente, não tenha senhas de redes sociais e não, você não tem o direito de ler o que ele conversa com os amigos! Sabe por quê? Os amigos do cara o procuram para conversar, assim como tuas amigas te procuram pra te contar coisas que não querem que outras pessoas saibam. Ai agora vocês namoram e você sabe tudo dos amigos dele, amanhã ou depois terminam, mas os segredos e assuntos particulares dos agora amigos do seu ex estão com você ... Imagina se todo mundo resolve fazer isso? Imagina pior! Visualiza na sua cabeça suas amigas dando as senhas para cada namorado novo que aparece e deixando exposto tudo que vocês conversam!! Não curtiu né! Pimenta nos olhos dos outros é refresco bonitinha ... 

Mantenha a privacidade do outro ao mesmo nível que queres a sua, essa tática é sempre bem vinda. Vale também para as conversas sérias que você tiver com o rapaz, quando definirem os limites da relação no quesito ciúmes. Sempre gostei de dizer que se tu tiveres dúvida se certa atitude é ou não adequada para alguém comprometido, imagina o outro na mesma situação e responda para si mesmo se gostaria disso?! 

E claro, você vai me retrucar, ''mas meu namorado é um safado, preciso vigiar, não confio nele, blá blá blá'' ... Bem, se tu és do clube que disse isso, minha cara, só te digo que o problema está no tipo de homem que estais a escolher, e sim, tem uns que vem na testa escrito que vai dar problema, só não vê quem não quer. 

Inclusive acho que esse tipo de ‘’homem’’ vem aumentando e grande parte das mulheres vem se sujeitando a aceitar como normal que homem seja safado, o que piora tudo (mas isso é assunto para outra conversa, em breve). 

Mas se o seu namorado, ficante, peguete e outras categorias for alguém com bom senso e com algum caráter, ele vai entender o recado do limite. Ele também sente ciúmes, vai segurar a onda quando imaginar que o tempo que ele está de papinho com a colega gata, você pode estar fazendo o mesmo. E vai por mim, se for uma pessoa que não dá a mínima pra isso e não tem consideração nenhuma por você, realmente não vale o esforço.

  • Share:

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários