SEBASTIAN VETTEL ME AJUDANDO A FALAR DE POLÍTICA

By Aline Silveira - 20:38:00

Vou usar o exemplo da F1 para explicar porque não gostei do resultado das eleições, pra quem ainda prefere a Dilma por não ir com a cara do Aécio ou não considerar a Marina preparada.

Pra quem não sabe eu sou muito fã do Sebastian Vettel, um dos poucos caras de fora do ambiente artístico que eu sou tipo tarada, (não exatamente no sentido sexual). E esse ano como muitos sabem ele não correrá pela Red Bull, mas sim pela Ferrari. 

Eu não curto a Ferrari por a forma daquilo que eles chamam de ‘’equipe’’, bem diferente da Red Bull e todos sabem também que eles não são mais o que foram um dia nos tempos do Schumi. Mas o Vettel mesmo assim resolveu trocar de escuderia, sabe por quê? 

Porque onde ele estava, as coisas não estavam indo bem. Além dos carros não serem mais os top’s o novo companheiro de equipe teve resultados melhores que ele e nada indicava mudanças drásticas para esse ano. E como meu alemão não é ACOMODADO ... Uma das coisas que mais admiro é o momento de tirar o capacete ao final da corrida e ver a expressão dizer que nível de corrida ela foi, independente do resultado, ele sempre se cobra muito por cada detalhe. 

Ou seja, não tendo perspectiva de mudanças para 2015, ele não quis esperar se frustrar mais um campeonato todo para fazer algo, pra se mexer. 

O moço teve alguma garantia que a Ferrari vai fazer ele voltar ao pódio no momento que decidiu mudar? Não! Ele sabe que tem muito trabalho e desafios e precisa ainda descobrir como pode acrescentar na nova equipe, mas ele ao menos se sentiu fazendo algo, tentando reagir à situação que não estava o deixando realizado. 

Partindo da máxima que não se consegue resultados diferentes fazendo as coisas DO MESMO JEITO. 

Vejo gente criticando pessoas que se beneficiaram do que o PT já fez, mas que agora o querem o fora do poder, como se o que eles fizeram de bom (sim eu sei que houveram) tivesse sido um favor a nós e não a obrigação, pois para isso que são eleitos. Porém, a partir do momento que a coisa começa a desandar, bom ai o que eu disse acima já diz tudo...


  • Share:

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários