SAM ALVES E AS CRÍTICAS POR CANTAR EM INGLÊS

By Aline Silveira - 02:06:00



É por essas e outras que eu sempre achei que nunca teria espaço na música do Brasil, pois quando vem ''artista lixo'' que faz o que vai colar, ninguém diz nada, ai quando o cara não faz tipo de ''puxa saco do Carlinhos Brown'' fingindo essa ''brasilidade'' e ''regionalismo'' que não tem, aparece sempre um ou vários escrotos pra cair de pau!

Eu sou Gaúcha, do estado mais incrível do Brasil, e não tenho o hábito nem mesmo de escutar as músicas mais tradicionalistas. Mas me orgulho do fato de que mesmo não tendo ninguém a minha volta que seja voltado a música e eu digo da música do mundo, do canto e do que já foi clássico da vida de muita gente, eu amo esse tipo de música. E assim como o Sam, em um programa como o The Voice, teria a obrigação de cantar aquilo que sempre foi o que me moveu a gostar dessa forma de arte. Não adianta cantar o que seria mais ''politicamente correto'' (nem sei o porque desse patriotismo todo, que só surge no futebol, no carnaval e quando aparece alguém se destacando que os desocupados resolvem criticar).

O cara tem um brilho que é só dele e eu posso dizer isso porque o notei no primeiro instante que o vi, senti como horas os momentos que antecederam aquelas quatro cadeiras virarem e chorei com a emoção de alguém que já levou um não e finalmente estava tendo sua chance.

Agora é isso Sam Alves, faça o que o coração mandar e não leve o que for crítica não construtiva. Hoje você é um exemplo pra mim, eu podia ser só mais alguém com dor de cotovelos por não estar no seu lugar, mas prefiro te ver como incentivo pelo qual se deve acreditar nos sonhos.


  • Share:

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários